Faculdades Santa Cruz - Graduação|Pós-graduação|Extensão|Ensino a Distância|Vestibular|Faculdade Curitiba.Brasil - Faculdades Santa Cruz - Graduação|Pós-graduação|Extensão|Ensino a Distância|Vestibular|Faculdade Curitiba.

Faculdades Santa Cruz - Graduação|Pós-graduação|Extensão|Ensino a Distância|Vestibular|Faculdade Curitiba.WebMail

Faculdades Santa Cruz - Graduação|Pós-graduação|Extensão|Ensino a Distância|Vestibular|Faculdade Curitiba.Área do Aluno

Faculdades Santa Cruz -  Curitiba | Graduação | Pós-graduação | Extensão | Ensino a Distância.Área do Professor

Faculdades Santa Cruz - Graduação|Pós-graduação|Extensão|Ensino a Distância|Vestibular|Faculdade Curitiba.Facebook

Faculdades Santa Cruz - Graduação|Pós-graduação|Extensão|Ensino a Distância|Vestibular|Faculdade Curitiba.Whatsapp

As Faculdades Santa Cruz

Fundada em 1993, a Instituição teve origem na integração das Faculdades Reunidas Santa Cruz de Curitiba e a Faculdade de Ciências Sociais de Araucária, mantida pela União Paranaense de Ensino e Cultura – Unipec.

O primeiro registro histórico que antecede o seu surgimento se deu através de Decreto Presidencial, datado de 31 de dezembro de 1991, publicado no D.O.U. em 03 de janeiro de 1992, autorizando o funcionamento das Faculdades Integradas de São José dos Pinhais – FACISJOP, para ofertar os cursos de Tecnologia em Processamento de Dados e Administração. Entre os cursos pioneiros das Faculdades Santa Cruz estão Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, autorizados por meio de Decretos Presidenciais dos dias 14 e 17 de janeiro de 1992, pela Faculdade de Ciências Sociais de Araucária – FACISA.

Devido ao amplo crescimento da Cidade Industrial de Curitiba, à percepção de uma carência a ser suprida no Ensino Superior da região sul da cidade de Curitiba, a mantenedora solicitou a transferência das Faculdades Integradas de São José dos Pinhais para a capital paranaense, na Rua Pedro Bonat, 103, bairro Novo Mundo. Tal localidade foi escolhida por ser considerada estratégica e estar próxima às duas cidades industriais, de Curitiba e Araucária. A solicitação foi aprovada pela Portaria número 866, de 09 de junho de 1993, que autorizou também a mudança de denominação das Faculdades Integradas de São José dos Pinhais para Faculdades Reunidas Santa Cruz de Curitiba – FARESC.

As Faculdades Santa Cruz iniciaram as atividades no dia 15 de agosto de 1993, com a realização de um dos primeiros vestibulares de inverno de Curitiba, ofertando 180 vagas (que eram as autorizadas), sendo 100 para Tecnologia em Processamento de Dados (TPD) e 80 para Bacharelado em Administração de Empresas. Em 31 de maio de 1995, a Portaria número 611, do MEC, aprovou a mudança de denominação das Faculdades Reunidas Santa Cruz de Curitiba para Faculdade Regional Santa Cruz de Curitiba. Na mesma data, por meio da Portaria número 612, do MEC, foi autorizada a mudança de denominação das Faculdades Integradas de Araucária – FACINAR para Faculdade de Ciências Sociais de Araucária – FACISA, que permaneceu titular dos Cursos de Ciências Contábeis e Ciências Sociais, já autorizados, mas que não haviam sido instalados. No ano de 1995, entraram em funcionamento os Cursos de Bacharelado em Ciências Econômicas e Ciências Contábeis, ofertando 100 vagas, para cada curso, por ano.

A transferência da mantenedora e da sede das Faculdades de Ciências Sociais de Araucária, mantida pela Associação de Ensino de Araucária, deu-se por meio da Portaria número 766, do MEC, de 29 de junho de 1995. A mantenedora se extinguiu para a União Paranaense de Ensino e Cultura, com sede em São José dos Pinhais, que manteve as Faculdades de Ciências Sociais de Araucária, agora estabelecida à Rua Pedro Bonat, 103, Bairro Novo Mundo, em Curitiba – Paraná.

As Faculdades Santa Cruz, que funcionavam no mesmo prédio em que durante o dia eram ministradas aulas para os ensinos fundamental e médio, passaram a sentir a necessidade de aumentar seu espaço para suprir a demanda do mercado, que se tornou maior a partir de 2001, quando foram autorizados os cursos de Letras com habilitação em Português, Inglês e Literaturas; as habilitações em Logística e Gestão de Negócios e Tecnologia do curso de Administração, bem como a abertura dos cursos de bacharelado em Turismo e Sistemas de Informação. Nesse momento, a direção da Instituição passou a investir na ampliação do espaço e na modernização da infraestrutura. O credenciamento das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba ocorreu em 28 de maio de 2002, através da Portaria nº. 1553, do MEC, por integração da Faculdade Regional Santa Cruz de Curitiba e da Faculdade de Ciências Sociais de Araucária, mantidas pela União Paranaense de Ensino e Cultura, bem como da aprovação de seu Regimento Unificado.

Novos cursos significavam mais investimentos em obras para receber um número maior de acadêmicos. Com a autorização da abertura das habilitações em Administração de Gestão de Negócios Internacionais e Marketing, e do curso de Pedagogia, a Instituição ampliou a oferta de cursos superiores para 13 cursos e um total de 1480 vagas, em 2002. O curso de Direito foi autorizado em 2003, ofertando 200 vagas anuais. Em 2004, foi autorizada a abertura dos cursos de: Tecnologia em Marketing, Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação e Tecnologia em Redes de Computadores. Neste mesmo ano foi criado o CEDESP, Centro de Desenvolvimento Acadêmico e Profissional, órgão que passou a coordenar as atividades de estágio, realizar o acompanhamento de Egressos, apoiar as atividades da Inove Júnior e acompanhar as atividades de pesquisa científica.

Ainda em 2004, o curso de Tecnologia em Processamento de Dados foi transformado em Tecnologia em Desenvolvimento WEB, que teve implantação gradativa, bem como todos os demais cursos de tecnologia, a partir de 2005. Sempre ancorada no crescimento sólido e independente, as Faculdades Santa Cruz adquiriram um terreno na Rua Affife Mansur, para a construção do mais moderno complexo educacional da Instituição, o Campus Sede. As obras foram iniciadas no ano de 2004 e as atividades começaram em 2005, com os cursos de Administração e suas duas habilitações (Logística e Gestão em Negócios e Tecnologia) e os Cursos de Tecnologia em Marketing, Gestão de Recursos Humanos e Gestão de Sistemas Informatizados.

Em 2007, o Curso de Ciências Contábeis também foi transferido para o Campus Sede. E em Janeiro, deste mesmo ano, o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) iniciou suas atividades nas Faculdades direcionando seu atendimento à comunidade local. Os alunos têm a oportunidade de aplicar os seus conhecimentos relacionados à área jurídica por meio dos casos apresentados pela comunidade. Para a realização dos atendimentos e das práticas simuladas dos alunos, o NPJ conta com o apoio de uma equipe e com o auxílio de vários setores. A estrutura disponível para atendimento à comunidade envolve a coordenação e orientadores, secretaria, cadastro social, escritório de assistência jurídica e a sala de Júri Simulado. Já a estrutura prática envolve os setores da secretaria, informática, protocolo, expedições e dos laboratórios jurídicos.

Em Junho foi criado o Setor Cultural, com a função de articular a política cultural das Faculdades, o que garante a execução de um projeto contínuo e permanente, denominado Cultura, nas Faculdades Santa Cruz. Este setor oferece eventos artístico-culturais, exposições, cursos e ateliês de extensão.

Em Julho de 2008, as Faculdades se tornaram signatárias e dos 8 Objetivos do Milênio da Organização das Nações Unidas, voltando as ações para fins específicos, centrados em interesses comuns a todas as comunidades que visam à dissipação das mazelas e a promoção do bem estar social em todas as esferas.

Concentradas em colaborar com a universalização do Ensino Superior, as Faculdades criaram, em 2009, um novo setor, responsável por todos os benefícios econômicos oferecidos ao discente, o SEBES (Setor de Benefícios Estudantis). Também ocorreu a ampliação do Campus Sede, que passou a ter um novo pavilhão com novas salas de aula, bem como um auditório.

Em 2010, o Curso de Direito recebeu o Reconhecimento do MEC com nota quatro. Foi criado o CAPASC - Centro de Apoio Psicopedagógico ao Aluno Santa Cruz, que tem a finalidade de orientar e ajudar o aluno no processo de aprendizagem, desviando os problemas pertinentes ao dia a dia, de emoção e ansiedade. Fazendo com que o mesmo estabeleça um critério positivo na maneira como aprende e dialoga com as informações discentes.

No início das atividades, as Faculdades Santa Cruz possuíam em seu quadro profissional sete professores, que ministravam aulas para os 180 alunos iniciantes (100 – TPD e 80 Administração). Em 2010, a Instituição conta com um quadro de mais de 165 professores que ministram aulas para 13 Cursos Superiores ativos, somando (aproximadamente) quatro mil alunos regularmente matriculados.


Faculdades Santa Cruz | Semeando oportunidades, cultivando talentos. Todos os direitos reservados | Copyright © 2017